ux-design-conheca-os-principios-da-experiencia-do-usuario.jpeg

Quando pensamos em UX Design, é natural que venha em mente desenvolver um site com base no que o público-alvo mais gosta. De certo modo, isso faz sentido. Porém, a experiência do usuário vai muito além dos agrados.

Potencializar o grau de satisfação da maioria dos visitantes do seu site é um desafio que exige muito planejamento, análise e disposição para ouvir feedbacks.

Entretanto, você sabia que existem alguns princípios que podem guiar a sua equipe para atingir esse objetivo? Continue lendo este post e descubra quais são!

1. A usabilidade é parte crucial do UX Design

Suponhamos que uma empresa ofereça um incrível serviço online e de grande utilidade para o público-alvo. Ótimo! O primeiro passo para gerar leads e vendas já foi dado.

Mas o que acontece se o serviço for difícil de usar? E se o usuário tiver que percorrer um longo caminho até que possa usufruir dele? Qual será o grau de satisfação do cliente que precisará ler o manual ou o tutorial diversas vezes para explorar as ferramentas?

A empresa tem como missão não somente oferecer um produto e achar que já fez muito. É seu dever, também, contribuir para que a experiência acrescente algo de positivo na vida do cliente.

2. O segredo está em despertar no usuário a vontade de usar

Os aspectos do design de um site não se diferem dos produtos físicos mais consumidos pela sociedade, conforme podemos notar nas embalagens dos chocolates.

Já reparou como elas são confeccionadas para despertar a tentação nos consumidores? As pessoas compram o chocolate mal esperando para ter o prazer em abri-lo e saboreá-lo.

Um site deve transmitir sensações parecidas, portanto, a página como um todo deve ser atraente e passar ao usuário a ideia de que, ao usufruir daquele produto, ele se encantará com o resultado.

3. Navegações perfeitas têm feedback oculto

Quando a experiência não é satisfatória, ela é considerada a pior de todas e muita gente saberá disso. Por outro lado, quando ela é muito satisfatória, é como se o serviço fosse “OK”. Sem dúvidas é uma injustiça, mas isso faz parte do comportamento do ser humano.

No caso da experiência do usuário, o silêncio pode ter valor equiparável a um elogio retweetado por várias pessoas, pois significa que a navegação — e tudo o que aconteceu por meio dela — atendeu às suas expectativas.

Em outras palavras, os responsáveis pelo design do site devem sempre torcer para que não sejam mencionados pelo cliente!

4. É o público quem cria a verdadeira experiência

Você está em busca da fórmula para o UX Design de sucesso? Pois saiba que ela não existe! O que existe são pessoas que, a todo momento, estão te dando pistas sobre como elevar o nível de experiência em seu site.

Tais pessoas nada mais são que os seus próprios usuários. UX Design é um conjunto de elementos subjetivos, que devem ser produzidos conforme a demanda criada pelos visitantes.

5. Todos os aspectos de interação são relevantes

Acima de tudo, UX envolve um autêntico estudo de interação social. É como entrar numa escola para aprender a fundo sobre a interação ideal entre empresa e cliente, usando como principal meio de informação rastros e sinais que cada visitante deixa no site.

Em plena era da tecnologia, é preciso ter ciência de que o produto é apenas mais um elemento da experiência do cliente. Todos os aspectos: desde o produto até os meios pelos quais o cliente tem acesso a ele e compartilha sua experiência com os amigos.

A sua equipe nunca levou em consideração o UX Design para desenvolver o site da empresa? Isso significa que o tempo pode ser maior para que o abrangente conceito de experiência do usuário se transforme em um excelente trabalho. Porém, conte com a certeza de que todo o esforço valerá a pena!

Caso tenha ficado com dúvidas ou queira compartilhar a sua opinião, deixe o seu comentário!

Escrito por Tboom